RECIFE ARENA VOLTA AS COMPETIÇÕES OFICIAIS EM PE

Em nossa 1ª participação no Infantil, subimos ao Pódio, 3º Lugar ficou de bom tamanho

Após três temporadas voltamos a nossa casa, como diz um trecho de uma música que faz bastante sucesso atualmente, "Quando o mel é bom, a abelha sempre volta", voltamos para a nossa colméia, de tantos assuntos intermináveis, que parece enfim terminado. Então voltamos. Enfim, Recife Arena voltou pra ficar.

No dia 21 de Fevereiro os bicolores do Recife Arena voltaram a disputar uma competição da agora FPEFM antiga FPFM. A Copa Pernambuco é a 1ª competição do ano, a 2ªcompetição mais importante individual em Pernambuco e a mais difícil de vence-la por contar com as categorias Adulto e Máster na mesma disputa. O infantil este ano ficou em separado.

Quadra da AABB de Caruaru

Recife Arena em 2016 vem com Pena,  Matheus Tiné,  Flávio Afa, André Santos, Betinho, Rafael Aquino, Galego, Juliano Ribeiro, André Luiz, Sérgio Aragão e Filipe Aragão.

 

COPA PERNAMBUCO 2016 - RESENHA

Nesta Copa na categoria principal nossa equipe não se saiu bem, alternando bons e maus jogos. Todos se classificaram a Série Ouro, Flávio Afa que ao lado de Éder foi o melhor ataque na 1ª fase, perdeu por 6 x 5 e foi eliminado pelo companheiro Matheus Tiné.

Pena a exemplo de Flávio parou no 1º Mata-Mata, realmente não estava em seus dias, pois foi eliminado num empata por 2 x 2 contra Anderson (AABB), isso mesmo, 2 x 2, logo Pena que tem uma média boa de gols, neste domingo não acertou a mão.

Já na fase seguinte (Oitavas-de-Finais), André Santos se despediu nas Oitavas, estava sendo o melhor botonista do clube até a eliminação para o botonista Papa do Sport, quando suas bolas pararam literalmente de entrar, saiu na frente mas levou a virada ainda no 1º tempo (3x1), o adversário ainda jogava pelo empate, realmente não deu desta vez. André Luiz perdeu na mesma fase para Arnaldo (AABB) que em seguida também eliminou nosso outro botonista, Sérgio Aragão, que a mais de um ano parado fez uma campanha boa acima das expectativas nossas e dele próprio que comentou sua campanha.

André Santos ficou nas Oitavas

O que foi mais longe, chegou nas Quartas-de-Finais, foi Matheus Tiné, que após eliminar Flávio, passou por Humberto Securão (AABB) parando em seguida para Éder Sérgio (AABB), que terminou como campeão. Matheus e André Santos foram os nossos melhores representantes ficando entre os 8 melhores.

Nas Quartas Matheus parou,  pecou contra Éder

A nossa surpresa veio da Categoria Infantil, Filipe Aragão a exemplo do seu pai, sem treinar a mais de um ano passou de fase, chegou até as Semi-Finais e terminou com um  honroso terceiro lugar. Foi o único bicolor a subir ao pódio.

Filipe Aragão no Pódio - 3º Lugar Infantil

Agora é treinar mais e bolinha pra frente, voltamos aos confrontos após três temporadas afastados do certame Pernambucano e desta vez ficamos devendo.

RECIFE ARENA. Mais que um clube.

1 Comentário

  1. armandinho disse:

    Agora como Cartola na FPFM, fica fácil para mim comentar os jogos dos outros, frequentemente vemos no futebol profissional os comentaristas esportivos, "meterem o pau" nos jogadores e técnicos de futebol após as partidas, no meu caso vou apenas comentar o que vi na disputa dessa primeira competição oficial da FPFM onde meus clubes (Recife Arena como diretor e Olinda como sócio) participaram pela primeira vez.
    Primeiro o Recife Arena, para mim o desempenho dos botonistas foram aquém de suas capacidades pela experiência comprovada de todos da equipe e pelo que eles viam rendendo nos treinamentos na nossa Arena e tenho certeza que as colocações individuais nas próximas competições irão melhorar, podem me cobrar.
    Sobre os botonistas do Olinda, achei que ficou dentro do esperado e Fred fez falta, e o nervosismo de alguns fica por conta da estreia, devem melhorar também nas próximas competições.
    No geral, pelo que assisti em alguns jogos dos outros clubes, houve um crescimento de alguns botonistas da categoria adulto e algumas boas revelações dos garotos que subiram para a categoria adulto, os demais não achei que ouve evolução, sempre ficando para as finais os que sempre se dão bem nas competições por jogarem bem e estarem sempre nas cabeças.
    Talvez por isso que nas Competições Nacionais as nossas colocações são sempre as mesmas e com os mesmos botonistas.
    Vamos ver se este ano PE se sobressai melhor Nacionalmente, eu por exemplo vou cobrar dos botonistas do Recife Arena e do Olinda, mais treinos, menos soberba e menos nervosismo.
    É isso aí.
    Armandinho

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *